ARTIGOS

IGOR CARNAÚBA: QUEM É OSMAR LOSS, O NOVO TÉCNICO DO VITÓRIA

  A terrível campanha do Leão no início do ano de 2019 se estendeu ao Brasileirão da Série B. O Vitória se encontra atualmente na zona de rebaixamento do campeonato, com uma vitória e três derrotas, situação que rendeu a demissão de Tencati após o resultado negativo contra o São Bento, equipe rebaixada no Paulistão e que só havia vencido um jogo no ano até então, em casa, por 3-1.

KAROL CONKA:  O LUGAR QUE TODOS OS NEGROS DEVEM CONHECER

KAROL CONKA INDICA O LUGAR QUE TODOS OS NEGROS DEVEM CONHECER Por     Guilherme Soares Dias   A cantora e apresentadora Karol Conka utiliza suas letras de músicas e entrevistas para enaltecer a beleza e orgulho de ser mulher, de ser negra. O Guia Negro fez uma entrevista com ela e perguntou: qual lugar de cultura ou história negra você acha que todos nós deveríamos conhecer? A resposta é internacional:

FLÁVIA DE OLIVEIRA: BETH CARVALHO, POTÊNCIA ECONÔMICA

Muito já foi dito e escrito sobre a importância de Beth Carvalho para a música brasileira, desde sua morte no último dia de abril. A cantora resgatou a obra de Nelson Cavaquinho, ao gravar “Folhas secas”, em 1973, e de Cartola, de quem lançou “As rosas não falam” três anos depois. Foi reconhecida pela capacidade de identificar e alavancar potências musicais, talento que lhe rendeu a alcunha de Madrinha do

 CONCEIÇÃO FREITAS: NEGRA? EU?

Negra? Eu?! Demorei mais de 30 anos para aprender a ser preta Não nasci negra, mas desde muito menina meu cabelo me dizia que eu era de outra turma. Fui criada em Belém, terra de caboclos, meio índios, meio negros. CONCEIÇÃO FREITAS* Se minha pele não era preta como carvão, talvez eu não fosse negra. É provável que algo em mim menina tenha formulado essa conclusão para não complicar ainda mais

IGOR CARNAÚBA: AS EQUIPES DA BAHIA NA SÉRIE DO CAMPEONATO BRASILEIRO

  A Quarta Divisão do nosso futebol inicia nesse final de semana, e, pela primeira vez, contará com quatro equipes da Bahia, já que a Juazeirense foi rebaixada da Terceirona no ano passado, depois de conseguir um acesso inédito para o interior do estado em 2017. As outras três são o Fluminense de Feira, Bahia de Feira e a Jacuipense, já que todas fizeram as melhores campanhas no Baianão de

ORDEP SERRA: RECORDAÇÃO DE MÃE STELLA

Caso alguém se proponha a fazer uma galeria das mais importantes, veneradas e celebradas autoridades religiosas do Brasil, terá de incluir nela, com destaque, mulheres negras dedicadas ao culto das divindades africanas. Refiro-me a grandes sacerdotizas baianas cujo extraordinário prestígio se estendeu a todo o país e transcendeu seus limites, como foi o caso, por exemplo, de Mãe Menininha do Gantois. No famoso Ilê Axé Opô Afonjá brilharam, entre outros,

MUNIZ SODRÉ: RAÇA É SEMPRE O OUTRO

Cada vez mais, ressoam aqui e ali vozes de espanto com a multiplicação de episódios racistas em universidades brasileiras. O espanto tem muito de justo e de ingênuo. Justo, porque parte do suposto de que o preconceito abertamente “racial” estaria diluindo-se no interior de um tipo de racionalidade política e social articulada à globalização e à financeirização do capital. Nessa lógica emergente, o sistema de dominação do “outro” (que pôde